28.SET.2017 - 09H18 

Neymar tem duas caras? Da reação ao golo de Cavani à festa com Daniel Alves

O Paris Saint-Germain (PSG) venceu o Bayern Munique por 3-0 e um resultado robusto como este diante de um colosso europeu é dos melhores tónicos que pode haver para 'sarar' a divisão que impera no plantel depois do desentendimento entre duas das maiores estrelas. Neymar e Edison Cavani. Todavia, há pormenores que permite perceber que não terá sido bem assim. A reação do brasileiro ao golo do uruguaio (o 2-0) é disso exemplo, em contraste com efusividade com que correu para o compatriota Daniel Alves, que inaugurou o marcador, depois de um passe seu. No 3-0, da autoria de Neymar, o ambiente já era de maior descontração, mas o problema estará longe da resolução, de acordo com meios de comunicação social frnaceses.

M M