Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Nutrição no Desporto

Nutrição

Nutrição

Nutrição

O meu trajeto

O meu nome é Inês Morais e sou nutricionista. Licenciei-me em Nutrição e Engenharia Alimentar e em Ciências da Nutrição, tendo feito mais tarde um curso de formação desportiva. Enveredei pela nutrição clínica, sem nunca descurar a parte desportiva, com cursos em nutrição desportiva e suplementação desportiva. Neste momento, para além das consultas de nutrição clínica, acompanho vários atletas, desde judocas a ginastas rítmicas.

  • Quarta-feira (26 setembro)

    Quarta-feira (26 setembro)

    Beterraba

    Um estudo realizado na Universidade de Exeter, na Grã-Bretanha, mostra que o consumo do sumo da sua raiz aumenta o tempo de resistência física durante o exercício num intervalo que pode ir até 15%. "A beterraba contém nitrato, uma substância vasodilatadora que atrasa o tempo de exaustão durante o exercício, melhorando a performance. Isto vai fazer com que o atleta não só intensifique o seu treino, mas também facilita a sua recuperação pós-treino. Também é rica em vitaminas A, B e C, cálcio, potássio e ferro, sendo que o ferro melhora a circulação sanguínea, evitando a fadiga durante resto do dia.

  • Terça-feira (25 setembro)

    Terça-feira (25 setembro)

    Curcuma

    A curcuma contém curcumina, uma substância química que é um poderoso anti-inflamatório. Para além disso tem uma grande riqueza em antioxidantes, importantes para combater a inflamação, a dor e desenvolver a recuperação muscular. Não existem muitos estudos que relacionem a curcuma com o desempenho do atleta, mas um estudo realizado pela Universidade do Arizona, demonstrou que doentes que recebem curcuma antes de uma crise uma artrite são capazes de retardar e em alguns casos, impedir totalmente o ataque de dores.

  • Segunda-feira (24 setembro)

    Segunda-feira (24 setembro)

    Gengibre

    O gengibre é dos alimentos mais consensuais no que diz respeito à redução da inflamação e do inchaço devido à elevada quantidade de anti-inflamatórios que tem na sua constituição. Vários estudos recentes demonstraram que atletas que consomem gengibre na sua alimentação reduzem claramente as dores nos movimentos quando comparados com atletas que recebem placebo.

Para mais informações ou esclarecimentos, contacte: inesfilipamorais@gmail.com
M M