Edwin Van der Sar, antigo guarda-redes do Manchester United, revelou em entrevista à Four Four Two a ser publicada na íntegra em novembro, a convivência que teve com Cristiano Ronaldo nos red devils, salientando os pedidos do internacional português após os treinos.

"Fora de campo, o Ronaldo estava focado em todos os aspetos, de forma extensiva, bem como procurava descansar de forma adequada e fortalecer o corpo. Depois dos treinos, continuava a treinar livres. Chegava ao pé de mim e pedia-me para ir à baliza", desvendou.

"Eu picava-o imenso e dizia coisas do género 'Tu não vais marcar contra mim, Ronnie, tu sabes disso. Pede antes ao guarda-redes das reservas, será melhor para ganhares confiança'. Ele ficava todo agitado e respondia que tinha que ser eu a defender", recordou o ex-guardião, que atuou no Ajax, na Juventus e no Fulham, antes de chegar a Old Trafford.

O caráter do português é, habitualmente, motivo de conversa mas Van der Sar salienta que "o Cristiano é boa pessoa", reforçando que "a perceção comum que as pessoas têm dele não reflete a sua personalidade". .

Ainda na mesma entrevista, o holandês contou que esteve perto de assinar, anos antes... pelo Liverpool. "Quando saí do Ajax, em 1999, viajei para o Liverpool e falei com o Gerard Houllier [treinador do Liverpool, na altura]. Ainda pensei no assunto, mas, quando apareceu a Juventus, percebi que seria um desafio mair ir para Itália."