Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

CR7 mexe com tudo

Fomos à procura de casa para Cristiano Ronaldo enquanto as suas camisolas esgotam. Um fenómeno em várias frentes e não apenas na relva

• Foto: EPA

Um dia depois da confirmação de que Cristiano Ronaldo é mesmo jogador da Juventus, o craque português mexe de várias formas com a vida em Turim. E não falamos apenas de questões meramente desportivas. CR7 é uma marca global e influencia tudo à sua volta. A sua chegada à cidade só acontecerá na segunda-feira mas tudo gira à sua volta, nomeadamente no mercado imobiliário e a nível comercial.

Fechada a contratação, uma das perguntas que agora se faz nestes dias pela cidade é "em que casa irá morar o craque português". Pois bem, Record foi tentar perceber junto de uma das principais agências de Turim, a Luciana Vola, que hipóteses de escolha terá o melhor do Mundo para morar aqui nos próximos quatros anos, o tempo de duração do contrato.

A zona de La Mandria, na periferia, onde mora Nedved, por exemplo

À conversa com o agente Dario Perazzone, foi-nos dito que o capitão da Seleção Nacional terá, resumidamente, duas hipóteses. "Pode escolher ir para a colina, com vista para a cidade, ou ficar no centro. O primeiro caso será mais indicado para famílias mais numerosas, havendo aqui uma segurança mais apertada, com profissionais para esse mesmo efeito. Se for para o meio da cidade, ficará naturalmente mais perto da baixa. Foi o caso de Pogba, que como era apenas ele tratamos de arranjar-lhe uma casa aqui perto de onde estamos", revelou.

Fora do rebuliço de Turim surge Pinerolo. Ainda assim a poucos minutos do centro, oferece total privacidade, bem ao gosto de CR7. E encerra ainda uma particularidade: fica perto de Villar Perosa (na região de Piemonte), uma localidade do qual é originária a família… Agnelli. Com efeito, o presidente da Juventus ainda detém aí uma luxuosa casa onde passa o verão e cujas redondezas já foram usadas pelo clube como centro de treinos num passado já distante.

Pinerolo: a poucos minutos do centro, oferece total privacidade. Fica perto de Villar Perosa, uma localidade do qual é originária a família… Agnelli

Dario aconselhou ainda a zona de La Mandria, também fora de Turim, "que é um enorme campo de golfe chamado Royal Park I Roveri". "Tem áreas muito bonitas e Nedved, por exemplo, vive aqui. A zona residencial foi criada por Umberto Agnelli [n.d.r.: pai de Andrea, o atual líder da Juve] e a mão de Andrea ainda lá vive. Muitas famílias importantes de Turim têm propriedades nessa zona", revelou.

Sem querer revelar quem são os atuais (ou mesmo ex) futebolistas da Juventus que ocuparam habituações que pertencem a esta agência, Dario deixou escapar que costuma colaborar com o heptacampeão italiano… para mal dos seus pecados, já que é adepto do Torino, o rival histórica Juve: "Por exemplo, ao nível dos investimentos neste ramo também temos negócios com a Juventus. Dou o exemplo de Andrea Pirlo, que andou a investir no mercado imobiliário."

Loucura

A nível comercial, a euforia já tinha começado na segunda-feira e voltou a repetir-se ontem. Nas imediações do estádio eram visíveis mais pessoas, várias com a camisola 7 de Cristiano Ronaldo.

Nesta altura, a megastore apenas estampa o 7 e o nome Ronaldo numa camisola normal do clube – a original só deverá estar à venda hoje ou amanhã –, por mínimo de 100 euros, mas mesmo assim esgotou, no estádio e na loja na baixa da cidade. "Temos recebido inúmeros pedidos", conta-nos um funcionário.

E por falar em camisola 7, Cuadrado, o extremo da Juve que a envergou na época passada, cedeu-a de boa vontade a Ronaldo. "É melhor dar do que receber. Boa sorte para esta nova aventura", escreveu o colombiano no Instagram.

Confundidos com equipa de Ronaldo

O insólito aconteceu ao chegarmos à imobiliária. Embora nos tivéssemos apresentado como jornalistas de Portugal, algo se perdeu na tradução e quase fomos confundidos com uma pessoa "importante" que procurava casa na cidade. Daí, à possibilidade de estarmos ligados à entourage de Ronaldo, foi um pequeno passo. Dario Perazzone explicou-nos porquê: "Recebemos um telefonema de alguém a dizer que viria um indivíduo aqui para procurar casa para uma pessoa importante que vinha para Turim."

Autor: João Socorro Viegas, em Turim (Itália)

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de O diário de CR7

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M