Saída de campo

António Magalhães

António Magalhães

Diretor
António Magalhães

Curto e grosso

Os treinadores ocuparam o palco mediático através de conferências de imprensa agressivas e esclarecedoras. Ontem, foi a vez de Abel Ferreira. O técnico do Sp. Braga foi curto e grosso, como reconheceu, e disse coisas acertadas. Sempre tive boa impressão de Abel e, independentemente de todos termos dias melhores e piores, não desfiz essa ideia. Subscrevendo muito do que afirmou, apenas sublinho que, ao contrário do que ele e muitos desejam, o futebol não tem apenas uma versão romântica nem se esgota nas quatro linhas. Para o bem e para o mal.

Se há quem em muitas ocasiões alimenta a polémica é Bruno de Carvalho. Às vezes com razão, outras escusadamente. Louve-se a sua imediata reação aos cânticos dos adeptos leoninos no Dragão Caixa. O líder do Sporting reprovou-os com veemência, algo que não vimos outros fazerem por motivos mais graves.

José Manuel Meirim publicou mais um relatório de atividades confessando o desencanto por as decisões do Conselho de Disciplina serem interpretadas de forma não jurídica, mas sempre interesseira e crítica. "Desrespeita-se a instância disciplinar e, acima de tudo, as instituições desportivas", escreveu. Infelizmente, não é apenas no futebol que se constata que o respeito é um valor cada vez mais desprezado.

19.01.2018
M M