Interrogatório

Bernardo Ribeiro

Bernardo Ribeiro

Diretor adjunto
Bernardo Ribeiro

Leão sem agressividade e dinâmica

Percebe-se novamente a aposta em Alan Ruiz?

Jesus é que assiste aos treinos, mas o argentino fez mais uma exibição dececionante e somado a Bruno César na equipa inicial fez com que ao Sporting faltasse dinâmica e velocidade no futebol ofensivo. Se a saída de Acuña se justifica com uma fadiga muscular impeditiva, fica claro que as opções de ataque de JJ não surtiram efeito.

Porque é que o Sporting não conseguiu dar a volta?

Primeiro porque o Moreirense fez um grande jogo. Equipa muito bem montada por Manuel Machado, com critério nas transições ofensivas e nunca optando pelo autocarro até ser meio encostado às cordas já perto do final. Depois, fica por entender se por alguma falta de pernas ou desacerto geral das suas peças criativas, a verdade é que o Sporting não conseguiu dar a volta a primeira vez que se encontrou em desvantagem esta época. Para JJ analisar.

Foi um ponto ganho ou dois perdidos pelos leões?

Só o futuro o dirá. Mas se é verdade que uma equipa grande tem de somar 3 pontos nestes jogos com adversários mais acessíveis, por outro lado o Moreirense também teve mais oportunidades de golo e Rui Patrício foi obrigado a esforço apertado. Por ora, um ponto ganho.

As alas leoninas raramente fizeram a diferença...

Porque Bruno César não é Acuña, Gelson está uns furos abaixo do que lhe é habitual e depois Bas Dost ressente-se ou também ‘desapareceu’.

24.09.2017
M M