Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Saída de campo

Bernardo Ribeiro
Bernardo Ribeiro Diretor adjunto de Record

O pulso do dragão

Marega está de volta ao plantel após o afastamento promovido desde que manifestou vontade de sair do FC Porto. Pinto da Costa e Sérgio Conceição mostraram mão pesada e não perdoaram a atitude do maliano à primeira, realçando que há coisas mais importantes do que os resultados e perdendo um ativo fundamental para ganharem uma equipa. Uma medida de gestão exemplar e que mostra que os dragões têm um treinador, de facto, diferente do que estamos habituados nos dias que correm. Marega falhou Supertaça e dois jogos da liga, arriscando o FC Porto perder uma das mais temíveis armas atacantes, mas nem as desculpas tentadas ainda no sábado antes do jogo convenceram quem manda. Assim, só ontem o avançado voltou a integrar os trabalhos, sabendo hoje todo o plantel que há coisas que não têm perdão fácil. Forte aviso à navegação. Já sabem com o que contam.

Vieira renovou com Rúben Dias. Uma medida de gestão inatacável do ponto de vista desportivo e que defende o plano de jogo de Rui Vitória. Resta saber se o Benfica resistirá a nova investida do Lyon caso seja eliminado da Champions. Há propostas irrecusáveis. Mas não esquecer os custos desportivos dramáticos do desinvestimento da época passada. O clube da Luz perdeu a oportunidade de fazer o primeiro penta da sua história. Será uma decisão difícil.
Deixe o seu comentário
M M