O nosso website armazena cookies no seu equipamento que são utilizados para assegurar funcionalidades que lhe permitem uma melhor experiência de navegação e utilização. Ao prosseguir com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a Politica de Cookies Cofina

Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Números da Liga

Luís Avelãs
Luís Avelãs Jornalista

Empates ‘desapareceram’ nas últimas duas jornadas

Os regulamentos do futebol em Portugal não mudaram mas, atendendo ao que se passou nas duas últimas rondas do campeonato, até parece. Dito por outras palavras, esta é uma modalidade em que continuam a existir três desfechos possíveis, embora recentemente tenham ‘desaparecido’ os empates. Confuso? A verdade é que nas duas derradeiras jornadas da Liga não se registou uma só igualdade, contrariando aquilo que é habitual. Esta temporada, após a disputa de 22 rondas, já são quatro as que não tiveram empates (a 6 e a 10 foram as primeiras). Percentualmente não é muito significativo (18,18%), mas tendo como base aquilo que se verificou na última década, esta é já uma das épocas com mais jornadas sem igualdades. Com mais, aliás, apenas a de 2013/14, quando aconteceram cinco. Tendo em conta que ainda falta realizar 12 rondas, não seria surpresa que esta marca fosse igualada ou até superada.

Futebolisticamente, claro, não se pode dizer que à ausência de empates corresponda uma melhoria da qualidade do jogo. Ainda assim, sem igualdades já se sabe que as partidas têm golos e isso, por si só, é positivo. De resto, em algumas paragens – como os Estados Unidos – tudo o que seja jogo em que exista vencedor e vencido... é bom sinal. Os empates, em determinadas culturas, não são aceites com o mínimo agrado.

Regressemos a Portugal: o Sp. Braga é a equipa que mais contribui para a diminuição dos empates, pois só tem um esta época (em Alvalade, na jornada 11, e com o 2-2 final a surgir nos descontos). No polo contrário, curiosamente, estão os dois últimos colocados. O V. Setúbal, ‘lanterna-vermelha’, soma nove igualdades, enquanto o Moreirense (penúltimo) conta sete. 

SABIA QUE...

» O Sporting estabeleceu um novo máximo de remates? Os leões visaram a baliza do Feirense 29 vezes, superando as 27 do FC Porto na jornada 3 (com o Moreirense). A melhor marca leonina estava em 17 (com o V. Setúbal). O Sporting-Feirense, acrescente-se, passa a ser o jogo com mais remates (36), ultrapassando os 35 do Sp. Braga-FC Porto (ronda 4) e do Tondela-Boavista (11).

» O Estoril só fez 5 faltas em Moreira de Cónegos? Até agora, o registo mais baixo da prova pertencia ao Rio Ave (seis em Tondela, na ronda 13). Esta foi a segunda jornada com 6 penáltis? Antes, na 20.ª, já havia sido assinalada meia dúzia de penáltis. Nessa altura foram desperdiçados dois, agora apenas um.

» Esta ronda foi a que teve mais cartões? Os árbitros exibiram 57 (54 amarelos e 3 vermelhos). O máximo até aqui estava em 54 (e 50 amarelos) na jornada 4.

Deixe o seu comentário
M M