Números da Liga

Luís Avelãs

Luís Avelãs

Jornalista
Luís Avelãs

O dia de todas as faltas

A passada segunda-feira, dia 11, teve uma particularidade que, aparentemente, passou despercebida à maioria dos adeptos do futebol. Nesse dia, os dois jogos que encerraram a jornada 14, somaram 95 faltas. Com efeito, os duelos Marítimo-Sp. Braga (50 infrações) e V. Guimarães-Feirense (45) tornaram-se os mais faltosos da temporada, contribuindo decisivamente para que a ronda também saltasse para o primeiro lugar no ranking das sanções. As 316 agora contabilizadas superaram as 313 registadas na 2.ª jornada.

Antes desta 14.ª ronda, as partidas com maior número de faltas (Feirense-Tondela e Belenenses-Chaves) somavam 44, sendo que o top ten, agora, começa nas 42.

Feitas as contas, seis equipas (Sp. Braga, V. Guimarães, Feirense, Estoril, Moreirense e Rio Ave) surgem duas vezes nesta lista dos jogos mais faltosos, enquanto Marítimo , Tondela, Belenenses, Chaves, Sporting, Benfica, P. Ferreira e V. Setúbal aparecem apenas uma vez. Curiosamente, somente quatro clubes (FC Porto, Boavista, Portimonense e Aves) ficam fora destes embates repletos de apitadelas.

Por falar em apito, só um árbitro (João Capela) aparece mais que uma vez (duas) entre as 10 partidas mais faltosas. Significa isso que, ao invés do que se poderia pensar, não se nota assim tanto a predisposição de certos juízes para mais facilmente fazer soar o apito. A questão é mais abrangente: os jogadores abusam de facto dos contactos para além das regras e os juízes – de uma forma geral – são pouco dados a deixar jogar de uma forma mais física.

Acrescente-se que o Tondela é a equipa mais faltosa da prova, somando já 266, à média de 19 por encontro. Os beirões nunca fizeram menos de 14, mas também jamais ultrapassaram as 23. Os recordes pertencem a Marítimo (30) e a Rio Ave (6).

Refira-se ainda que o Chaves é a equipa menos faltosa da competição. Soma apenas 196 faltas, à média de 14 por jogo.

SABIA QUE...

O Feirense só não perdeu um dos últimos 10 jogos? Paradoxalmente, nas primeiras quatro jornadas a equipa não sofreu um só desaire (dois empates e outras tantas vitórias).

O Estoril marcou mais golos nas três primeiras jornadas do que nas últimas 11? Na Luz, através de Kléber, os canarinhos interromperam uma longa seca sem golos, Porém, só festejaram 3 nos derradeiros 11 encontros. Nos primeiros três somaram... seis!

As vitórias caseiras na prova são tantas quanto os empates e os triunfos dos visitantes juntos? Após 14 rondas, há a registar 63 êxitos caseiros, contra 26 igualdades e 37 vitórias fora. Em relação aos golos, a vantagem dos visitados também é evidente: 188-136.

O Portimonense é a única que provoca menos faltas que o Benfica? Os algarvios só ainda beneficiaram de 190 livres e as águias de 193. Esta tabela é liderada pelo V. Setúbal (284).

14.12.2017