Primeira barreira

Norberto Santos

Norberto Santos

Redator Principal
Norberto Santos

Vanessa e Pichardo

A frustrante campanha do futebol do Benfica na Liga dos Campeões foi compensada esta semana com dois acontecimentos que mereceram conferências de imprensa. E como uma foi mais importante que outra, com a apresentação de um vídeo, Pedro Pablo Pichardo teve direito à sala maior, enquanto a renovação de Vanessa Fernandes foi remetida para a sala das modalidades, bem mais pequena.

O mais importante para os benfiquistas foi o anúncio já esperado: Vanessa tem compromisso com as águias por mais quatro anos, até 2021, ao passo que Pedro Pablo Pichardo foi apresentado como cidadão português. De Vanessa fica com o compromisso que vai lutar por um lugar de honra nos Jogos de Tóquio em 2020. Terá nessa altura 35 anos e muito provavelmente será a sua última participação olímpica. A partir de agora serão três anos para viver intensamente. Nada pode ser desperdiçado porque a evolução do triatlo diz-nos que muita coisa mudou desde 2008, quando conquistou a medalha de prata em Pequim. Não basta ser uma atleta experiente para se chegar ao pódio. Ajuda, mas não é tudo. A ambição tem de ser forte e consequente todos os dias.

Aos 24 anos, Pedro Pablo Pichardo concretizou o seu primeiro sonho desde que chegou ao nosso país em abril. Já é português e o primeiro passo foi dado com todas as garantias. É uma bandeira do Benfica e se confirmar todas as boas perspetivas pode dar-nos muitas alegrias. No passado, Naide Gomes por São Tomé e Príncipe e Francis Obikwelu pela Nigéria já competiram nos Jogos e agora aí está alguém que não se vai limitar a dar autógrafos.

07.12.2017
M M