Alta performance

Susana Torres

Susana Torres

Susana Torres

Lidar com as derrotas

Durante uma temporada existem ciclos de resultados. Se gostamos de estar num ciclo em que ganhamos sempre, também se torna uma grande frustração quando entramos em períodos em que parece que as derrotas e maus resultados teimam em persistir. Todos sabemos que o estado emocional e motivacional dos jogadores depende destes resultados.

Um dos objetivos do treino mental de alta performance é potenciar a confiança independentemente dos resultados. Quanto melhor eu souber gerar confiança em mim, mais fácil é aceitar e ultrapassar estes ciclos de maus resultados, certo? Então, o que fazer? Que tipo de treino mental é necessário?

Uma das soluções é o planeamento dos OBJETIVOS A LONGO PRAZO. Ou seja, ao colocar objetivos para o final da época será mais fácil antecipar soluções para eventuais maus resultados. Todos já ouvimos dizer que "isto não é como começa, é como acaba". Pode ser extremamente importante ganhar um determinado jogo, mas ainda mais importante é ganhar um campeonato. Ambas as prioridades definem em cada momento a estratégia a adotar, bem como a pressão que se imprime na equipa.

Outra solução é FOCO NO QUE VEM A SEGUIR, ou seja, colocar a atenção no próximo passo, na frente, no futuro, naquilo que eu quero que aconteça, evitando colocar a atenção em coisas que já não posso alterar. Aliás, a única utilidade que há em olhar para as derrotas é retirar dela a informação e aprendizagem necessárias para corrigir erros. Tudo o resto é inútil, pois não há nada que possa ser alterado naquilo que já passou.

A COMUNICAÇÃO NO BALNEÁRIO deve igualmente ser colocada nas soluções. Como diz Ernest Holmes, "para onde vai a atenção, flui a energia". A energia da equipa é algo que deve ser muito bem gerido após uma derrota. Ao mesmo tempo, é preciso pensar que NADA ESTÁ GARANTIDO. Ou seja, vitórias passadas não são garantia de vitórias futuras, assim como derrotas passadas não significam derrotas futuras. Independentemente do que aconteceu antes, cada jogo é uma nova oportunidade de fazer algo brilhante, e cada minuto de jogo é igualmente válido, seja no início ou fim.

06.08.2017
M M