Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

A opinião em três cores

Bancada de sócios

1. O FC Porto dispõe de plantel com opções de qualidade em quantidade suficiente para enfrentar a Champions e as competições nacionais?

2. A SAD do Benfica tem razões para se demarcar de Paulo Gonçalves? E impõe-se que o faça?

3. Frederico Varandas, o novo presidente do Sporting, tem condições para virar a página do passado recente do clube?


JOANA AMARAL DIAS

1. Com a continuidade do Iker, a renovação de Maxi e de André Pereira, o regresso de Danilo, a polivalência de Militão e os reforços Jorge e Bazoer, o FC Porto tem mais do que uma boa solução para cada posição e até pode variar o sistema de jogo. Aliás, na época passada, Sérgio Conceição foi capaz de uma campanha francamente positiva na Champions, mesmo com um plantel curto.

2. A SAD do Benfica devia ter-se afastado e suspendido Paulo Gonçalves a partir do momento em que foi constituído arguido. Nestas circunstâncias, essa é a prática comum e custa perceber que o Benfica ainda não o tenha feito, prejudicando a sua imagem. É porque Gonçalves é há muitos anos um colaborador fiel de Vieira que não ficou surpreendido com o que ele fez?

3. Frederico Varandas tem um currículo irrepreensível e conhece os cantos à casa. No entanto, a liderança do Sporting é um desafio muito diferente. Sousa Cintra fez um bom trabalho, mas existe ainda um caminho longo a ser percorrido até que Alvalade ganhe a estabilidade que precisa, mesmo financeiramente. E até supere a força que, apesar de tudo, nos primeiros tempos Bruno de Carvalho lhe deu.


MÁRIO TEIXEIRA

1. Em 4 jornadas, sofreu 5 e marcou 13 por 10 jogadores diferentes, com média de 3,25 golos/jogo. Pior defesa desde 1969 (49 anos) e melhor ataque desde 1951 (67 anos). Objetivamente, números e exibições revelam fraqueza defensiva e força ofensiva. Em janeiro, há rumores sobre saída de principais ativos na reabertura do mercado. Alto risco.

2. Por princípio, recuso comentar processos judiciais em curso. Confio no Ministério Público. Porém, um anúncio de acusação tem impactos diretos e imediatos de natureza reputacional, com consequências indiretas no plano financeiro, comercial e desportivo. Benfiquismo defende integridade moral. Benfiquistas têm nobres valores. Insustentável.

3. Em modo ‘verde-esperança’. Escolheram jovem capitão com espírito de missão. Reunir tropas e marchar, sem continência, para socorrer emergência. Tem determinação, mas sem experiência de alta direção. Venceu com 42% e resultado tripartido. Frederico e Rogério pressionados. Das varandas de Alvalade, avisto perigosa maioria de leões à solta (58%).


JOSÉ MANUEL SILVA E COSTA

1. Tendo inegável qualidade, não me parece que na variável quantidade o FC Porto esteja abundantemente servido. As saídas, sobretudo no sector defensivo, foram em parte colmatadas, mas a intensidade competitiva com tantas provas de elevada exigência acabará por deixar marcas cedo ou tarde.

2. A estratégia de defesa seguida pelo Benfica nos casos de contencioso público é no mínimo pouco consistente. Passou de uma solidariedade ativa para com o jurista para uma atitude de distanciamento. O esclarecimento claro desta situação é a chave da responsabilidade da SAD na matéria em investigação. Comprometidos ou afastados, eis a questão.

3. Numa demonstração de pujança e civilização à Sporting , as eleições mais concorridas de sempre mostraram que mais de 80 por cento dos sócios quer uma nova geração à frente do clube e, destes, mais de 50 por cento concedeu a vitória a Varandas. Benedito, digno vencido, contribuirá, como afirmou, para a paz e sossego . Um muito obrigado a todos, Torres Pereira e Sousa Cintra à cabeça, que conduziram o clube em horas difíceis. As condições estão reunidas para um bom mandato .
Deixe o seu comentário
M M