As arbitragens, o momento eleitoral do Sporting e o futebol portista em análise.

1. Justifica-se o termo "coação", utilizado pelo Benfica, para denunciar alegadas pressões sobre os árbitros?

2. Pedro Madeira Rodrigues tem reais possibilidades de colocar em causa a reeleição de Bruno de Carvalho?


3. Face à boa forma de Soares e aos sinais de que Nuno prefere reforçar outras zonas do terreno, André Silva corre o risco de perder o estatuto de titular a curto prazo?


Leonor Pinhão (Benfica)

Alegadas?

1. Peço desculpa mas de "alegadas", lamentavelmente, têm muito pouco as pressões sobres os árbitros. E, assim, sendo, o termo "coação" justifica-se se visar classificar o silêncio dos órgãos disciplinares e diretivos da Liga e da FPF perante os factos ocorridos no Cento de Treinos dos árbitros na Maia. Também não foram factos "alegados" visto que até tiveram direito a transmissão televisiva em direto com explicações públicas muito curiosas sobre os acontecimentos reportados.

Era uma pena

2. Julgo que não. Pedro Madeira Rodrigues, no entanto, parece ter ânsias de esgotar até ao dia das eleições todas as suas "reais possibilidades" de traçar para a opinião pública um retrato anedótico de Bruno de Carvalho muito diferente daquele retrato de estadista-instantâneo que vem sendo pintado com as tintas da propaganda. Do ponto de vista cínico dos interesses dos rivais do Sporting era uma pena não deixar Bruno de Carvalho continuar por mais quatro anos em ação. 

Mergulhadores

3. Certamente que não vai ser transformado a curto prazo numa espécie de novo Depoitre. André Silva tem as suas qualidades muito apreciáveis, até pela sua juventude, e no concurso direto com Soares só perde na concretização, que é o mais importante. Há, porém um capítulo em que se equivalem a 100 por cento: nos mergulhos na área adversária não há quem lhes chegue aos calcanhares. Jogar com um ou com dois mergulhadores é a única dúvida do treinador e é uma dúvida pertinaz.

Rui Calafate (Sporting)

Calem-se

1. Esta semana tivemos vários bons jogos de futebol em Portugal e noutros campeonatos. Tivemos massas associativas apaixonadas e a apoiar incansavelmente os seus emblemas. Em Inglaterra, o Southampton perde a Taça da Liga e não vimos ninguém reclamar sobre o golo que lhe tiraram. Por cá, fala-se em coação e o Benfica devia era ter vergonha e não ter memória curta dos ‘colinhos’ de décadas. A bola é bonita a rolar na erva, no mais belo desporto do Mundo. Fora de campo, calem-se.

Sem possibilidades

2. Não.

Já não foi titular...

3. O André Silva, um ‘9’ de grande talento, algo que bem falta faz ao futebol português, já não esteve como titular no Bessa. Em alguns jogos em que o FC Porto privilegie a posse e o controlo, em que coloque mais unidades de pendor defensivo, ele será o principal candidato a sair do onze, pois Soares empresta à equipa uma capacidade de luta e de choque que são essenciais a este Dragão. Enquanto adepto de um bom jogo, gosto de ver os dois ‘strikers’ em campo, lado a lado, mas NES tem outra ideia.

Nuno Encarnação

'Colinho' acabou

1. O Benfica anda em desnorte completo. Percebe que o ‘colinho’ de outros anos acabou e agora persegue todos os que não ajudarem o Benfica no seu único objeto, o de ser campeão nacional. Relembro anos anteriores, onde Pedro Proença foi agredido no Centro Comercial Colombo por um adepto benfiquista, quando um fiscal de linha foi ‘esganado’ pelo conhecido adepto benfiquista, o ‘Diabo’, num célebre jogo Benfica-FC Porto em pleno Estádio da Luz. A isto chama-se ‘Ação’ ! Haja memória!

Adormecimento

2. Pedro Madeira Rodrigues apareceu antes do tempo e bem intencionado, mas irá perder estas eleições. Só quando os adeptos sportinguistas sentirem na pele a ruína financeira em que o Sporting está metido, tiverem a noção do contrato escandalosos de Jorge Jesus (mais bem pago que Simeone do At. Madrid), para andar apenas a lutar para ficar à frente do seu rival da Segunda Circular , é que os adeptos se irão revoltar. Até lá, adormecidos pela mosca tsé-tsé, apenas bocejam a cada domingo.

Qualidade

3. Soares e André Silva são jogadores de topo, com uma eficácia acima da média. Nuno terá de gerir cada jogo de forma diferente. Poderá jogar com dois avançados ou apenas com um, acompanhado por dois extremos rápidos. Ainda bem que o Porto tem jogadores para vários sistemas. É sinal da qualidade do plantel e de uma facilidade de adaptação tática fora do comum. Acredito que o Porto recuperou a eficácia na concretização. Está de parabéns Nuno, pelo trabalho de formiga.  







Temas