Linha Direta

José Miguel Machado

José Miguel Machado

Redação
José Miguel Machado

Gelson é bom menino

Gelson Martins não devia ter tirado a camisola depois do golo ao Moreirense. Foi expulso e vai falhar o importante (talvez decisivo) clássico com o FC Porto. Mas é um erro que, apesar de grave, não apaga o enorme gesto que está por trás do mesmo.

Gelson é bom menino e, na inocência que ainda tem, passou os 90 minutos do jogo com o Moreirense com a cabeça numa qualquer prisão em Espanha. Ele só queria homenagear um amigo. E isso, por mais insignificante que possa parecer para os obcecados com o profissionalismo, não deve ser condenado. Num futebol cada vez mais movido a polémicas, a casos obscuros e a personagens que nada o beneficiam, a bondade de Gelson, expressa num erro tão ingénuo como bonito, deve ser valorizada. Vai-se a ver e, no fim do dia, a amizade é tão maior que qualquer desporto. E foi isso que Gelson nos mostrou.

Se calhar o Sporting vai perder no Dragão e ver o tão ansiado título de campeão ficar cada vez mais distante. Se calhar com Gelson disponível ganhava. Ou se calhar não. De uma coisa tenho a certeza, sem a inocência e a irreverência de Gelson os leões não estavam por esta altura a lutar por coisa nenhuma.

01.03.2018