Mais uma noite de emoções fortes na Taça da Liga da FPF eSports. Numa sessão com as meias finais e a final logo de seguida prometia assim aos fãs de FIFA três jogos de pura euforia e magia de futebol.

No primeiro jogo o Sporting CP venceu o Aparecida FC eSports por 1-0 conquistando assim o lugar na tão desejada final da Taça da Liga. No segundo jogo da noite os Grow uP defrontaram os FrangosPraFora, uma equipa que não só tinha derrotado os FTW Legacy; mas que também era um grande candidato a levantar a taça.

Logo ao primeiro minuto de jogo, os uP obrigaram o guardião Luís Miguel dos FPF a uma grande defesa; mas após esse lance os FPF conseguiram fazer a sua imagem de marca que é anular a estratégia adversária durante quase 15 minutos de jogo sem que ambas as partes conseguissem ter grandes oportunidades de golo.

O apogeu dessa tática aconteceu ao minuto 14 quando Phantom_05 saiu mal à bola e um defesa tentou aliviar; mas os FPF recuperaram a bola e só não marcaram porque Phantom_05 com a ponta da luva conseguiu desviar a bola para o poste. Esse momento iria ser crucial porque os FPF começaram a carregar ainda mais nos uP; mas aos 26 minutos Ruincosta inaugura o marcador para 1-0 a favor dos Grow uP após o seu remate sofrer um pequeno desvio. A felicidade dos uP seria temporária porque aos 33 minutos, após um contra ataque, Olival recebe à entrada da área e remate para o ângulo oposto da baliza, num golo candidato ao melhor da competição.

Até ao final da primeira parte o jogo continuou num ambiente de constante pressão de ambos os lados com ambas as defesas a mostrarem o seu valor e a obrigar a um empate 1-1 aos 45 minutos. No intervalo existe muito jogo fora de campo e notou-se claramente isso na segunda parte com ambas as equipas entraram com espírito de vencer e ao mais alto nível de concentração. Os Grow uP começaram um pouco melhor e aos 58 minutos Iruleds encosta após um passe para o 2-1; mas se os uP achavam que podiam descansar estavam muito enganados.

Os FPF começaram a atacar com tudo e a defesa adversária apesar de bastante forte teve algumas falhas e Phantom_05 foi chamado a intervir várias vezes, nomeadamente nos minutos 66, 75 e 78. Os Grow uP acabaram por conseguir recuperar da pressão por volta do minuto 80 e começaram o contra ataque e, com um pouco de sorte, aos 89 min o guardião Luís Miguel comete um erro após um remate dos uP que resulta num autogolo 3-1 .

Sem grandes esperanças de mudança de resultado os FPF ainda obrigaram Phantom_05 a mais uma defesa ao minuto 90; mas seria já nos descontos que Iruleds iria ditar o resultado final em 4-1.

Final da Taça da Liga Sporting CP vs Grow uP

O Sporting CP iria defrontar os Grow uP numa partida em que tudo indicava que os primeiros iriam levar a Taça.

O árbitro apitou e começou a partida, os primeiros 7 minutos foram totalmente dominados pelo Sporting com poucas hipóteses dos uP seguirem para o contra ataque; mas aos 9 minutos, num contra ataque rápido, Rui, o guardião do Sporting mostrou a sua capacidade numa espetacular defesa negando a mudança do marcador. O Sporting não ficou indiferente a este ataque e aos 14 minutos foi a vez de Phantom_05 mostrar que nada entra na sua baliza enquanto ele estiver de serviço. Estava assim aberto o embate dos dois guardiões.

Ambas as equipas apostaram num estilo de jogo "Tiki-Taka" até ao intervalo com relativamente a mesma percentagem de posse de bola e ambas com 1 remate à baliza. Na segunda parte da partida os nervos começaram a aparecer;mas os uP não só, a gerirem muito bem a pressão, como também conseguiram obrigar Rui a mais uma defesa e ainda, estiveram em cima do Sporting até ao minuto 78. Já nos descontos da segunda parte Phantom_05 provocou o pânico dos apoiantes do uP ao sair alguns metros da área e a rematar a bola para o ataque.

Uma das figuras dos primeiros 90 minutos foi Ruincosta que tinha efetuado com sucesso 5 desarmes. Começava assim a primeira parte do "Golo de Prata" e caso este não aparecesse nas duas partes, seria decidido como "Golo de Ouro". Essa possibilidade parecia bastante possível porque até ao intervalo ambas as equipas tinham conseguido neutralizar-se mutuamente num jogo mais defensivo. No início da segunda parte os nervos dispararam e pedia-se ao "leão para devorar a presa"; mas foi o leão que cometeu o erro e Kio viu o cartão amarelo por uma entrada dentro da sua área e foi marcado um penalty a favor dos Grow uP. Tomane tentou converter; mas Rui, à figura, negou a mudança do marcador.

A sorte parecia ter abandonado os Grow uP e com os 180 minutos completos, foi dado destaque para Ruincosta que tinha efetuado novamente 5 desarmes durante o tempo extra. O suspiro de alívio e a euforia aconteceram ao início da terceira parte de tempo extra, no famoso golo de ouro, por volta dos 7 min Tomane"Bala" fez jus ao nome e disparou a bola para o fundo das redes verdes e brancas.

Portugal vibrou, Macau vibrou, enfim… os Grow uP conseguiram assim conquistar a Taça da Liga eliminando o claro favorito e o momento foi de grande euforia.

Segundo as palavras do Diretor de equipa, Nuno "Offlinee" Cardoso: " Parabéns pela conquista pessoal, excelente trabalho de equipa. Fizeram uma excelente fase de grupos, respeitaram sempre o adversário e fizeram o vosso futebol como só vocês sabem. A mudança da plataforma nada vos afectou porque o trabalho de campo é visível e o ritmo com que ficamos habituados com as várias conquista em PC continua e sempre com o mesmo foco que é ganhar! Quero agradecer mais uma vez a todos porque é um orgulho pertencer a esta família e vibrar como vibrei por acreditar que era possível. Esta foi a primeira de muitas com certeza We Grow uP Together".

Para mais conteúdos de FIFA, PES e muitos outros videojogos, segue o Rei do Gaming e subscreve:

Facebook - https://www.facebook.com/JoaoTheKingSeixas/  
Instagram - https://www.instagram.com/reidogaming/  
YouTube - https://www.youtube.com/user/JornalRecord 


Autor: João Seixas