Na semana passada, durante a E3 de Los Angeles, ficámos a saber que em breve chegará ao mercado o DLC "The Frozen Wilds" para Horizon Zero Dawn. Vamos, deste modo, dar mais longevidade ao jogo da Guerrilla Games, que tem sido um verdadeiro sucesso desde que chegou à PlayStation 4. Mas não se pense que o estúdio vai ficar por aqui. Depois deste DLC outras novidades surgirão e sempre com uma certeza – HZD é uma franquia que vai ainda ter muitos e muitos anos de ação pela frente.

"A receção ao jogo foi absolutamente fantástica. A Guerrilla Games, na pessoa do diretor Hermen Hulst, tem uma ideia muito específica sobre para onde quer levar Horizon Zero Dawn e, pelo que se entende, vamos ter muitos anos pela frente. O Horizon vai estar muito tempo no mapa", revelou Shawn layden, presidente da Sony, em entrevista à imprensa britânica.

Podemos assim esperar não só mais DLC’s para a história que tem Aloy como heroína, mas também outros jogos que darão continuidade à trama.

Aloy andou a metralhar robots...

Ficámos também a saber que inicialmente a heroína Aloy tinha como arma… uma metralhadora. E era com este artefacto que tratava da saúde dos robots.

"No que diz respeito ao coração do combate, o primeiro protótipo que fizemos tinha armas M82 do Killzone. E a heroína Aloy disparava metralhadoras contra estes dinossauros robóticos. Rapidamente sentimos que alguma coisa ficava estranha naquela forma de combate. Mas na altura era o que tínhamos…", revelou Hermen Hulst.

"Conceptualmente, fazer tanto barulho numa floresta tão bonita pareceu-nos errado. E foi então que mudámos o conceito", rematou.

As contas de um sucesso...

E já que estamos com a mão na massa, fiquem com os mais recentes dados revelados pela Sony relativos ao jogo. Estatísticas bem humoradas mas que convém não perder de vista, porque são um sinal claro do sucesso de Aloy e companhia.

- 3.4 milhões de cópias vendidas

- Aloy destruiu 545,000,000 watchers

- 1,285,000,000 bandidos eliminados

- Aloy "morreu" 185,000,000 vezes

- 285,000,000 flechas de fogo contruídas

- O corrupto Sawtooth é o inimigo [fora bosses] mais complicado de eliminar

- Um utilizador juntou 12,000 pedras – A Guerrilla Games pede ao autor da façanha para contactar o estúdio, porque querem saber que raio de vício é este...




Segue o Record Gaming no Facebook - https://www.facebook.com/RecordGamingPT  

Envia as tuas questões para – joaoseixas@record.pt 

Autor: João Seixas