O FC Paços de Ferreira eSports é a demonstração de que os clubes portugueses estão a apostar forte nesta nova vertente competitiva. Realçam o "amor" ao FIFA, que foi o jogo que acabou por dar asas ao projeto, à imagem de outros emblemas portugueses, mas acima de tudo estão a mostrar uma nova realidade – nos eSports não há "grandes" e "pequenos" como no desporto-rei. Com um projeto seguro e muita vontade de atingir o sucesso, o FC Paços de Ferreira eSports deu-se a conhecer ao Record Gaming e ao mundo, numa entrevista com o Diretor Desportivo André Semião. Isto sem esquecer todo o apoio prestado pelo Pedro Rodrigues, o Gestor de Comunicação do clube, na realização desta entrevista.

Como arrancou esta aventura de ter uma secção de eSports no Paços?

Antes de mais, um enorme obrigado a equipa de Record Gaming pelo interesse demonstrado em conhecer um pouco mais este nosso novo projeto, FC Paços de Ferreira eSports! O FC Paços de Ferreira eSports nasceu fruto de um amor que este grupo de amigos nutre em comum, o amor ao FIFA! Anteriormente Zika Energy, fomos uma equipa que participou em várias provas, tanto nacionais como internacionais, sendo campeões de FVPA eSport em Portugal na última época! Foi aí que sentimos que estava na hora de dar o passo em frente e assegurar o nosso futuro no panorama Pro Clubs em Portugal. Tendo a qualidade, só faltava o reconhecimento e foi aí que entrou o enorme Paços de Ferreira, com toda a ajuda e entrega no projeto do Dr. Paulo Meneses, Presidente do Paços de Ferreira e do nosso amigo António Moreira, Diretor de Marketing que sempre teve do nosso lado desde o início.

Tem encontrado dificuldades, especialmente ao nível das pessoas que não estão sensibilizadas para o movimento?

Sinceramente, acho que o pior já passou. Não digo isto com o sentimento que agora vai ser fácil dizer à minha família que jogo FIFA de modo profissional (risos) mas a entrada da Federação Portuguesa de Futebol neste mundo, com a criação da secção eSports nos seus quadros, tudo se torna mais sério aos olhos de quem não está tão dentro do Pro Clubs. Era o passo que precisávamos para poder evoluir como modalidade. Agora é olhar para o futuro com um sorriso na cara e continuar a fazer o que mais gostamos, que é jogar FIFA e acreditar que tudo se pode tornar ainda mais sério num futuro breve!

Há uma aposta forte no FIFA, como é habitual. Equacionam outras modalidades?

Como ex-jogadores de futebol, 90% do plantel, é esta a nossa aposta atual, uma outra modalidade nunca foi posta em equação (risos). Digamos que todos nós estamos a tentar ser no FIFA o que não conseguimos ser em miúdos, jogadores profissionais de futebol! E é isso que nos motiva a todos; O gosto e a paixão aos relvados, o ambiente de balneários, os golos aos 94 minutos, o nosso desporto rei! Logicamente só o FIFA faria sentido.

Se vos pedissem uma apresentação do projeto, como o definiriam?

Em poucas palavras? Sólido, ambicioso, transparente e familiar.

O que precisam para crescer ainda mais, para além do interesse do público? Patrocínios? Jogadores?

Em termos de jogadores, o facto de sermos Paços de Ferreira eSports tem atraído mais público, o que é normal e bastante positivo. Agora relativamente ao interesse do público é algo que está a ser trabalhado, sendo tudo muito recente, vai ter o seu processo natural de evolução. Já se denota uma crescente favorável em termos de visualização de jogos via Facebook ou Stream no YouTube/Twitch mas é algo que em poucos meses acredito que vai aumentar e muito! Quanto aos patrocínios, vão surgir naturalmente, entrando a Federação Portuguesa de Futebol, entrando a Record, estações televisivas, etc. É algo que vai acontecer de forma natural, acredito eu. Se pensarmos que há 4 meses isto nem era falado, e hoje já estamos onde estamos. Como disse anteriormente, só podemos estar felizes com a forma que tudo se está a desenrolar.

Como é que a equipa de Pro Clubs está esquematizada? Como é a rotina de treinos e trabalho diário?

Atualmente, à frente de toda a estrutura Pro Clubs estou eu, André Semião, com a ajuda direta do Renato Mesquita na área do Scouting e Treino, Pedro Rodrigues na área da Comunicação e Tiago Calvo também no apoio ao Treino da equipa. Com a evolução do projecto, estamos já a tratar duma equipa B, para poder fazer crescer novos jogadores e não desperdiçar assim alguns talentos que vão aparecendo na comunidade. Os nossos treinos são diários, as vezes bi-diários, dependendo da disponibilidade dos jogadores. Mas pelos menos de domingo a quinta feira, das 21:30 às 00:00, é garantido que há treino. Cada um na sua casa, mas todos juntos no balneário virtual, é esta a nossa rotina.

Para os "craques" não ficarem tristes, vamos revelar os nomes de todos os elementos da equipa.

Guarda redes : João Jorge 17 anos

Defesa direito : Alexandre Silva 33 anos, Bruno Martins 26 anos

Defesa central: Ivo Novais 25 anos, Tiago Truques 14 anos, Rui Carvalho 25 anos, Hugo Fox 29 anos

Defesa esquerdo: Pedro Rodrigues 20 anos, Chico 24 anos

Medio defensivo: João Anibal 24 anos, Ricardo Mendonça 30 anos

Medio centro: André Semião 28 anos, Pedro Lisboa 43 anos, Fábio Cullas 27 anos, Vasco Ribeiro 21 anos

Extremos : Renato Mesquita 24 anos, Sérgio Badalo 34 anos, Hugo Claudino 31 anos, Mauro Amaro 27 anos

Avançados : Mario Penetra 29 anos, Tiago Calvo 28 anos

Quais são os principais objetivos para a temporada?

Os nossos objectivos para esta temporada, sendo a temporada 0, passa por consolidar o projecto a nível nacional. Dar certezas e garantias que viemos para ficar e dar luta às já prestigiadas equipas nacionais. Sempre de olho no degrau seguinte mas com consciência de que só com muito esforço e dedicação é que conseguiremos chegar onde tanto ansiamos. Óbvio que o nosso sonho é sermos campeões da Liga Portuguesa de FIFA e só vamos descansar quando lá chegarmos.

Que trabalho é que consideram que ainda falta fazer em Portugal para termos mais um passo dado rumo à mediatização dos eSports e também do FIFA Pro Clubs?

Como referi anteriormente, acho que está tudo a fluir em direção ao que julgo ser o caminho correto para o Pro Clubs. Com o apoio da Federação Portuguesa de Futebol, só falta mesmo ganhar mais notoriedade e isso vai com o tempo. Com o apoio da Record Gaming, sei que também muitos gamers vão acompanhar a modalidade com outros olhos. Esperemos que este FIFA 18 seja o primeiro FIFA do resto das nossas vidas. É com esta ambição que olhamos para o futuro

Sabem se alguns jogadores do plantel principal de futebol também gostam de dar uns "toques" no FIFA?

Jogadores do plantel principal, só privei com um, Marco Baixinho. Meu amigo de infância, joguei à bola com ele várias vezes. Agora na Playstation, devo dizer que desconheço, mas acredito que sim. Esta consola foi algo que marcou a nossa geração e sempre nos acompanhou, por isso a probabilidade é imensa!

Páginas onde poderão acompanhar as mais recentes novidades do clube:

Diretor Desportivo - https://www.facebook.com/AndreSemiao10FCPF/ 

Gestor de Treino - https://www.facebook.com/Renato92FCPF/ 

Gestor de Comunicação - https://www.facebook.com/prExtrnd7FCPF/ 


Segue o Record Gaming no Facebook - https://www.facebook.com/RecordGamingPT  

Envia as tuas questões para – joaoseixas@record.pt 


Autor: João Seixas