Carlos Freitas: «Vítor Pereira vai sofrer»

Aborda ida do português para a Grécia

• Foto: Pedro Simões

R - Conhecendo o futebol grego, como vê a ida de Vítor Pereira para responsável da arbitragem do país?

CF – Tenho a certeza de que vai encontrar um ambiente mais difícil do que tinha em Portugal. Vai sofrer bastante. Há um grau de revolta muito elevado no futebol grego, nomeadamente dos adeptos do Panathinaikos, do PAOK e do AEK, que olham para o Olympiacos como tendo um poder desmesurado naquilo que são os mecanismos do futebol grego. Mudar essa correlação de forças será tarefa muito complicada. A dificuldade encontrada em Portugal será multiplicada na Grécia.

R - O que pensa dos fundos?

CF – Quando se fala em fundos de investimento, que detêm jogadores, é preciso ter a noção global do problema: há clubes detidos por fundos. A partir daí, a atenção tem de mudar o foco. É preciso moralizar os patrões, que são as entidades reguladoras, porque o jogador é um mero "peão" nesta história.

Por Rui Dias
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Entrevistas

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.