João Paulo Rebelo: «O nosso laboratório já está em condições»

Agência Mundial Antidopagem continua a adiar decisão

• Foto: Miguel Barreira

R - Portugal viu suspensa a acreditação da Agencia Mundial Antidopagem (AMA). Até quando?

JPR – Esse foi o presente de boas-vindas que tive à chegada a estas funções. Tomei posse a 14 de abril de 2016 e a 15 foi anunciada pela AMA a suspensão do laboratório. Ela ocorreu por três fatores: incumprimento do prazo de análise das amostras, dependência do laboratório em relação à ADoP [Autoridade Antidopagem de Portugal] e a não implementação de um determinado método de análise.

R - E em que pé estamos?

JPR - Todas estas razões foram ultrapassadas: o laboratório está em condições de cumprir os prazos, já não depende organicamente da ADoP, mas sim do IPDJ, e os métodos exigidos foram desenvolvidos. Fizemos investimento significativo não só em equipamentos mas também em recursos humanos.

R - Quanto foi gasto?

JPR – Um milhão de euros. Estamos a aguardar uma decisão da AMA.

R - E quando chegará ela?

JPR – Estou de consciência perfeitamente tranquila. Fizemos tudo, absolutamente tudo, o que tínhamos de fazer para levantar esta suspensão. Inclusivamente reuni-me com responsáveis da AMA. Apercebi-me que há uma forte corrente que defende a existência de menos laboratórios a nível mundial mas mais bem equipados para dar resposta a esta luta. Quando Portugal foi suspenso, havia 32 laboratórios reconhecidos pela AMA. Agora há muito menos.

R - Será que valeu a pena o esforço de ‘recuperar’ o laboratório?

JPR – O que quis deixar claro junto da AMA é que a reacreditação não se tratava de um capricho político do governo português. Demonstrei que tínhamos um plano estratégico para o nosso laboratório que envolve a nossa CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa] que podem encontrar uma resposta nos nossos serviços.

R - E a AMA foi sensível ?

JPR – Acho que perceberam que o que estava em causa não era uma questão de orgulho político mas não deixaram de questionar, numa atitude paternalista que não apreciei, se faria sentido um país pequeno como Portugal investir tanto dinheiro num laboratório.

R - O doping é uma ameaça que em Portugal está sob controlo?

JPR – O laboratório foi suspenso, mas o plano nacional de luta contra o doping não foi. A ADoP está a cumprir a sua missão, a única diferença é que as amostras estão a ser analisadas no estrangeiro. O doping está sob controlo em Portugal, claramente.

Por António Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Entrevistas

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0