Duas dezenas em busca de reluzir nos Jogos

Patrícia Mamona é um dos pesos pesados do atletismo português em Tóquio

• Foto: EPA

Portugal contará com 20 representantes nos Jogos Olímpicos de Tóquio, nos quais se incluem atletas que não conseguiram os mínimos mas que atingiram pontuações que permitem a repescagem.

À entrevistada Cátia Azevedo, juntam-se nomes de peso, como Pedro Pichardo, Auriol Dongmo, Liliana Cá, João Vieira e Patrícia Mamona. Mas na lista dos primeiros a garantir presença nos Jogos estão ainda Sara Moreira, Francisco Belo, Lorène Bazolo, Evelise Veiga, Ana Cabecinha, Salomé Rocha e Catarina Ribeiro.

Já pela quota de repescagem surgem nomes como o de Nélson Évora, Carlos Nascimento, Ricardo Santos, Tiago Pereira, Marta Pen, Salomé Afonso, Irina Rodrigues e Lorène Bazolo, que também poderá competir pelos 200m. 

Paralímpicos já são dez

Os atletas paralímpicos portugueses também terão uma palavra a dizer em Tóquio. Dos 30 apurados da comitiva lusa para a 10.ª participação consecutiva de Portugal em Jogos Paralímpicos, dez são da modalidade de atletismo.

Ana Filipa, Carina Paim, Carolina Duarte, Érica Gomes, Hélder Mestre, João Correira, Manuel Mendes, Miguel Monteiro e Sandro Baessa são os nomes que embelezam o quadro português, sendo que ainda não se conhece o elemento que ocupará a última vaga.

Apesar de tudo, a lista para estes Jogos - a disputarem-se entre 24 de agosto e 5 de setembro - é mais curta do que a última que se havia apresentado no Rio de Janeiro: em 2016, foram 37 os atletas paralímpicos a cruzar o Atlântico. De lá vieram duas medalhas de atletismo, com bronze para Luís Gonçalves e Manuel Mendes. 

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fazemos campeões

Notícias