Luís Duarte: «Feedback de pessoas de 80 anos muito felizes»

Diretor da ginástica do Sporting destaca evolução

• Foto: David Martins

Luís Duarte é professor de ginástica há mais de 30 anos. Sabe bem, por isso, a importância que a atividade física tem na vida das pessoas mais velhas. "Ginastas são aqueles que praticam ao longo da vida. São muitos os benefícios quer pela própria atividade física em si em termos cardiorrespiratórios quer pela própria sociabilização que advém da entrada num espaço em que trabalham em conjunto. O feedback que tenho tido ao longo da vida é gente com 80 anos muito feliz carregando a prática desportiva como algo indispensável nas suas vidas", conta o professor, de 54 anos.

Luís Duarte destaca a evolução positiva em Portugal, mas lembra que ainda há um longo trabalho a fazer, sobretudo no sector feminino. "Há países que têm essa tradição de praticar desporto ao longo dos anos. Têm isso já de forma cultural. Nós não temos, mas devíamos. Eu acho que tem havido muito boas experiências. O Sporting, por exemplo, tem tido um incremento significativo. Tem havido uma boa promoção das corridas e marchas para seniores. Acho que estamos mais atrasados é no género feminino. A população feminina ainda pratica muito pouca atividade física", conta o responsável máximo da ginástica do clube de Alvalade. Luís Duarte voltou atrás 30 anos, altura em que iniciou o seu percurso profissional, para fazer a comparação. "Eu iniciei a minha carreira no Sporting e tinha uma boa dinâmica. Noto é que hoje as pessoas chegam em excelente condição mais tarde. Há várias pessoas com 80 anos a fazer ginástica e isso é excelente. A minha perceção é que têm o mesmo aspeto das pessoas com 60 anos quando eu comecei", explica Luís Duarte. 


Outros exemplos a seguir

Não é só na ginástica que há desporto para os mais velhos. No dia 1 de março, por exemplo, vai decorrer em Odivelas o campeonato nacional de judo em veteranos. Também na canoagem há um campeonato nacional. No final do ano, é apresentado um ranking com os melhores atletas distribuídos pelas várias categorias. Ainda na água, vai decorrer a 4 e 5 de julho, em Montemor-o-Velho, o campeonato nacional de velocidade . A 1 de março vai decorrer em Melres, Gondomar, a prova de fundo. Também no râguebi e triatlo multiplicam-se as provas de veteranos. Além das federações, os clubes têm dinamizado as provas nestes escalões. 

Por Rafael Godinho
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fazemos campeões

Teodoro Cândido: «Na cadeira esqueço tudo»

Aos 66 anos, Teodoro não se cansa. Descobriu o desporto adaptado no sofá durante “a vida de reformado”. Depois disso nunca mais parou: andebol, basquetebol, ténis de mesa, vela... e não quer ficar por aqui

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0