JN diz que dirigente do Aves é suspeito de esconder contratos em casa da mãe

Em causa estão suspeitas de pagamentos ocultos

• Foto: Lusa
PUB

As autoridades suspeitam da existência de contratos "paralelos" de futebolistas com o Aves. Ao longo da investigação, a Polícia Judiciária e o Ministério Público reuniram pistas de que tais documentos estariam guardados, não em instalações do clube, mas sim em casa da mãe de um dirigente do clube - e fizeram buscas.

De acordo com o Jornal de Notícias, as autoridades encontraram parte do que queriam. Alguns contratos estavam escondidos em casa da mãe de um dos dirigentes de topo da SAD do Desportivo das Aves. A familiar nada terá a ver com o caso.

Em causa estão suspeitas de pagamentos ocultos. Os ordenados não eram integralmente pagos pelos meios normais, sendo o resto pago em notas e com base num contrato paralelo ou aditamento não oficial ao contrato. 

Recorde-se que, além de suspeitas destas suspeitas, a PJ e o MP também recolheram indícios no âmbito da operação Mala Ciao de fraude em apostas desportivas, compra de passes de jogadores como forma de contrapartida de corrupção desportiva e de pagamento de incentivos a equipas adversárias em caso de vitória contra o FC Porto

Autor: Sábado

Deixe o seu comentário
PUB