Covid-19: Pior dia de sempre em Portugal com recorde de 10.176 infetados e 118 mortos

Números são cada vez mais preocupantes


O número de pessoas infetadas pela covid-19 em Portugal aumentou em 10.176, o maior valor de sempre, de acordo com os dados revelados esta sexta-feira, 8 de janeiro, pela Direção Geral da Saúde (DGS), para um total de 466.709. 

Quanto às mortes relacionadas com o novo coronavírus, registaram-se 118 nas últimas 24 horas, superando pela primeira vez a barreira da centena de mortes, elevando o total de óbitos desde o início da pandemia para 7.590. 

Depois de há dois dias ter sido atingido um recorde diário com mais de 10 mil infeções, ontem foi o segundo pior dia de sempre em novos casos e também em óbitos e hoje foram registados novos máximos quer em casos quer em mortes, o que confirma o agravar da pandemia em Portugal e explica o facto de o primeiro ministro ter admitido quinta-feira adotar medidas mais graves a partir da próxima semana. 

António Costa admite um confinamento semelhante ao de março do ano passado, embora descarte o encerramento das escolas. O primeiro-ministro avançou a possibilidade de endurecer as restrições já no dia 12, não esperando pelo próximo estado de emergência, após a reunião com os especialistas no Infarmed.

A média diária de novos casos dos últimos sete dias subiu para 6.583, o valor mais elevado de sempre.

Nos últimos 14 dias, Portugal acumulou 728 novos casos por 100 mil habitantes, o nível mais elevado desde o final de novembro. Este indicador, muito utilizado internacionalmente para medir a propagação do vírus e critério determinado pelo Governo para considerar os concelhos em risco, mais do que triplica o limite definido de 240 casos por 100 mil habitantes.

Por Negócios
6
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coronavírus

Notícias