Donald Trump assina pacote de medidas de estímulo económico

Presidente dos Estados Unidos avança com ajuda de 1,98 biliões de euros

• Foto: Getty Images

O pacote de incentivos à economia aprovado pelo Congresso norte-americano, com uma dimensão inédita de 2,2 biliões (milhão de milhões) de dólares (1,98 biliões de euros), já foi assinado pelo Presidente, Donald Trump.

Com uma unidade e urgência nunca vista desde os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, a classe política norte-americana, especificamente os congressistas e o Presidente, atuou com rapidez para procurar interromper a queda livre económica provocada pela progressão da pandemia do novo coronavirus.

Com empresas e escolas fechadas e a vida social suspensa, muito locais dos EUA estão em realidade virtual.

Ao assinar o documento, Trump afirmou: "Isto vai disponibilizar ajuda urgente".

Ao início de sexta-feira, a Câmara dos Representantes aprovou quase por unanimidade o pacote de medidas, com dezenas de eleitos a exprimirem o voto a partir de casa.

O Senado tinha aprovado a proposta por unanimidade ao final de quarta-feira.

Por Lusa
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coronavírus

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0