Futebolistas portugueses regressam da Roménia

David Caiado, Emanuel e Ricardinho têm longa viagem pela frente

David Caiado, Emanuel (ambos a representar o Hermannstadt, clube desta cidade, que dista da capital perto de 500 quilómetros) e Ricardinho (defesa do Voluntari, equipa dos arredores de Bucareste), regressam amanhã a Portugal, por força do estado de emergência na Roménia, que se prolongará até 16 de maio, e por os clubes que representam se encontrarem em layoff.

Para chegarem a Portugal, os dois futebolistas do Hermannstadt farão a ligação entre esta cidade e Bucareste de táxi (quatro horas de viagem). A ligação entre a capital romena e Lisboa durará mais cinco horas, estando a chegada prevista para as 18.30, viagem a ter lugar numa companhia de aviação húngara, "low cost", estando os três futebolistas, e quem com eles viaja, estão dispostos a fazer o teste da Covid-19 logo à chegada, pois as saudades dos familiares são imensas.

Com os contratos suspensos e em layoff – Record sabe que ainda não receberam a verba estipulada pelo governo romeno para estas situações, 400 euros -, os futebolistas foram autorizados a viajar para Portugal, mas avisados do seguinte: se o futebol tiver condições para regressar a uma certa normalidade, por exemplo, a 18/19 de Maio, terão de regressar 15 dias antes para entrarem de quarentena.

Por José Manuel Freitas
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coronavírus

Notícias