Marta Temido: «Uma saída desnecessária pode deitar tudo a perder»

Ministra da Saúde frisou a necessidade de manutenção das medidas de isolamento

A ministra Marta Temido lembrou que as medidas de isolamento são para manter. "Nestes dias de maior dificuldade ter boa saúde mental [um dos temas da conferência] é ter capacidade de resistir e cumprir o que se espera de todos nós, ou seja, a manutenção de isolamento social até termos estabilidade na evolução aparente da nossa situação", frisou este domingo em conferência de imprensa. "Uma saída desnecessária, um gesto imponderado, pode deitar tudo a perder."

"Neste momento, em que todos gostaríamos de viver as nossas vidas de outra forma, porque estamos fartos e cansados de estar em casa, temos de ser muito ponderados e não há contradição entre este dever e o que sejam as organizações que possam vir a ser feitas de dias específicos da nossa vida coletiva, porque elas serão feitas dentro das mesmas regras", disse a ministra, relativamente à celebração do 25 de Abril e do 1 de Maio. 
Portugal regista hoje 714 mortos associados à covid-19, mais 27 do que no sábado, e 20.206 infetados (mais 521), indica o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Comparando com os dados de sábado, em que se registavam 687 mortos, hoje constatou-se um aumento percentual de 3,9 por cento.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, os dados da DGS revelam que há mais 521 casos do que no sábado, representando uma subida de 2,6%.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (409), seguida pelo Centro (164), pela região de Lisboa e Vale Tejo (126), do Algarve (10) e dos Açores (5), adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24:00 de sábado.

Por Sábado
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coronavírus

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0