Morte de ministro das Finanças de Hesse relacionada com crise da covid-19

Thomas Schäfer foi encontrado morto este domingo

• Foto: EPA

O governador do estado alemão de Hesse, Volker Bouffier, relacionou, este domingo, a morte do ministro das Finanças do seu executivo à crise provocada pela covid-19. Thomas Schäfer foi encontrado morto este domingo e, segundo as autoridades, os dados recolhidos no local - incluindo informações fornecidas por testemunhas - indicam que se suicidou. 

Schäfer, de 54 anos, era membro da CDU da chanceler Angela Merkel, e tinha aparecido em vários eventos públicos de alerta para o risco de contágio da doença provocada pelo novo coronavírus nos útlimos tempos. Era tido como o sucessor de Bouffier na liderança do estado de Hesse, onde fica Frankfurt, a capital financeira da Alemanha, em 2023, caso o atual governador não se recandidatasse.

Foi Volker Bouffier, citado pela AP, que revelou que Thomas Schäfer estava preocupado sobre se seria possível "corresponder às enormes expetativas da população, principalmente no que se refere à ajuda financeira". "Tenho que assumir que estas preocupações o dominaram", disse, acrescentando: "Aparentemente, não conseguiu encontrar uma saída. Estava desesperado e deixou-nos".

A Alemanha, quinto país com mais casos de covid-19 diagnosticados, regista agora 52.547 pacientes infetados, uma subida de 3.965 em relação ao dia anterior, de acordo com o Instituto Robert Koch (RKI). A entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças indica ainda na sua página oficial que há agora 389 vítimas mortais, um aumento de 64.
 
Autor: Sábado

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coronavírus

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0