Senado norte-americano 'bane' aplicação Zoom por receios de segurança

Ferramenta tem sido uma das mais utilizadas nos últimos tempos

O Senado norte-americano recomendou esta quinta-feira, num nota interna enviada a todos os seus membros, a não utilização da aplicação de vídeochamadas Zoom, uma das mais utilizadas neste período de confinamento devido ao avanço do surto do coronavírus. Na base desta recomendação, que na prática acabará por servir como proibição, estão os receios de que a plataforma tenha várias falhas de segurança, nomeadamente ao nível da proteção dos dados dos utilizadores.

Além das questões levantadas quanto à segurança dos dados, acumulam-se relatos de chamadas de vídeo interrompidas por imagens obscenas ou de ódio – um fenómeno que tem ficado conhecido como "zoombombing". O FBI – Federal Bureau of Investigation deu conta de ter recebido várias queixas neste sentido.

Autor: Jornal de Negócios

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Coronavírus

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.