Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Libertados 16 dos adeptos 'casuals' detidos em operação da PSP em Lisboa

Suspeitos ficaram proibidos de se contactarem entre si

Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa
Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa
Dezasseis dos adeptos 'casuals' de Sporting e Benfica detidos na área da Grande Lisboa e margem sul do Tejo foram esta segunda-feira libertados, mas estão proibidos de se contactarem entre si, determinou um juiz do Tribunal de Instrução Criminal (TIC).

Segundo a informação divulgada pelo Conselho Superior da Magistratura, a pedido do juiz presidente da comarca de Lisboa, os suspeitos foram separados em dois processos e esta segunda-feira foram ouvidos os adeptos do Sporting.

Os restantes adeptos detidos na sequência da operação da Polícia de Segurança Pública (PSP) devem conhecer as medidas de coação sexta-feira.

De acordo com o despacho publicado hoje pelo Conselho Superior da Magistratura sobre as medidas de coação dos 16 arguidos interrogados, um dos deles irá continuar com o Termo de Identidade e Residência a que já estava sujeito.

Todos os arguidos estão proibidos de contactarem entre si e com os ofendidos, estando ainda proibidos "de se aproximarem e frequentarem todos os estádios a nível nacional nos dias em que existam jogos e as suas imediações, numa distância de pelo menos 500 metros".

Ainda segundo o documento judicial, os 16 arguidos estão fortemente indiciados de quatro crimes de ofensa à integridade física qualificada.

Três destes arguidos estão também fortemente indiciados de um crime de dano qualificado relacionado com o fenómeno desportivo, um crime de participação em rixa e três de ofensa à integridade física qualificada.

Uma operação da PSP junto de grupos de adeptos 'casuals' de Sporting e Benfica resultou na quarta-feira em 30 detidos na área da Grande Lisboa e na margem sul do Tejo, segundo aquela força policial.

Além dos 29 mandados de detenção fora de flagrante delito, a Polícia de Segurança Pública referiu que "foi ainda detido em flagrante delito outro indivíduo na posse de uma arma proibida, tratando-se de uma arma de fogo".

A par das 30 detenções, de indivíduos com idades compreendidas entre os 18 e os 47 anos, junto de "dois grupos afetos ao movimento dos 'casuals'" de leões e águias, foi apreendido "diverso material afeto a esta subcultura".

Entre os itens apreendidos estão três armas de fogo e mais de 750 munições de vários calibres, material pirotécnico, de petardos a potes de fumo e tochas, armas brancas e outros instrumentos artesanais, "13 artefactos de sinalização marítima", 5.840 doses de haxixe e 1.016 doses de heroína.

Por Correio da Manhã
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias