Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Alcochete é a opção recomendada para o novo aeroporto

Comissão técnica independente disse não ter sentido qualquer pressão por parte do Governo sobre que resultado devia apresentar. Em segundo lugar, ficou a hipótese de Vendas Novas

A comissão técnica independente concluiu que Alcochete é a melhor localização entre as nove opções estudadas para a construção do novo aeroporto de Lisboa. Caberá ao próximo Governo decidir onde se construirá a infraestrutura que vai servir a capital.

A comissão liderada por Rosário Partidário estudou a possibilidade de construir o aeroporto em nove localizações: Portela + Montijo; Montijo + Portela; Alcochete; Portela + Santarém; Santarém; Portela + Alcochete, Portela + Pegões, Rio Frio + Poceirão e Pegões. A opção Rio Frio e Poceirão acabou por cair logo por razões ambientais. No final, foi a hipótese de Alcochete que reuniu "mais vantagens", informou Rosário Partidário. Vendas Novas ficou em segundo lugar, mas ainda assim, tal como Santarém, foi considerada demasiado longe de Lisboa. Montijo não tem capacidade de expansão para ser, no futuro, o aeroporto único.

Numa primeira fase, a comissão reconhece que a solução é a modalidade dual, mas em que a localização secundária possa ser já o modelo "único de longevidade". Ou seja, manter para já a Portela e associar Alcochete, que no futuro, possa ser a solução única. 

Laura Caldeira, presidente do LNEC, começou a cerimónia de apresentação do relatório preliminar, garantindo que o LNEC prestou todo o apoio à comissão técnica independente, agradecendo a várias entidades. E no final deixou o desejo de que os resultados do relatório constituam "um contributo relevante e impulsionador para a tomada de decisão" da localização do aeroporto. Já Rosário Partidário agradeceu ao Governo por ter a coragem de fazer avançar "esta avaliação ambiental estratégica" e por não ter tentado influenciar a decisão. "Não houve qualquer contacto do Governo e isso para nós foi extremamente importante. Tivemos muitas pressões, e muitos lobbies, mas do Governo nem uma pressão", assegurou a presidente da comissão técnica.

Rosário Partidário defendeu esta comissão pela sua "transparência". E agradeceu os contributos do processo de consulta pública. Depois da entrega deste relatório, abre um novo processo de consulta pública às hipóteses para o novo aeroporto, entre 6 de dezembro e até 19 de janeiro.

Alcochete havia sido a opção defendida por Pedro Nuno Santos como a localização do novo aeroporto, ainda enquanto era ministro das Infraestruturas. 

O Governo incumbiu a comissão técnica independente (CTI) de analisar cinco hipóteses para a solução aeroportuária de Lisboa (Portela + Montijo; Montijo + Portela; Alcochete; Portela + Santarém; Santarém), mas previa que pudessem ser acrescentadas outras opções. Após uma primeira fase de receção e análise de outras propostas, foram acrescentadas ao estudo as opções Portela + Alcochete, Portela + Pegões, Rio Frio + Poceirão e Pegões.
Por Sábado
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias