António Costa vai aprovar Lei de Bases da Saúde à esquerda mesmo contra Marcelo

PS avança para confirmação parlamentar da lei, sem alterações, caso o Presidente da República vete o diploma negociado com o BE e o PCP

António Costa
António Costa

A nova Lei de Bases da Saúde vai ser mesmo aprovada pela "geringoça", ainda que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já tenha defendido a necessidade de PS e PSD negociarem para conseguir um consenso alargado. Uma ideia que o Governo não pretende acatar.

Segundo o Público, António Costa está decidido a levar o diploma negociado com o PCP e o BE em frente e a ideia é que o mesmo seja aprovado "antes do final da legislatura". As negociações "estão a decorrer a bom ritmo", garantiu um membro do Governo ao mesmo jornal. De acordo com o mesmo responsável, as negociações até "podem incluir o PSD" mas a prioridade é a negociação à esquerda.

O Executivo acredita que Marcelo não vetará a lei, mas caso aconteça a decisão está tomada: o Governo de António Costa considera o tema uma linha vermelha e não pretende ceder para agradar a Belém. "Se ele vetar [o diploma] por causa do PSD, a Assembleia reconfirmará o diploma e isso será a derrota política do Presidente".

Até agora, o PS tem sempre alterado as leis conforme as sugestões do Chefe de Estado.

Autor: Sábado

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias