Aumento extraordinário das pensões em agosto será o único de 2021

Não havendo lugar a aumento em janeiro por via da inflação

Ana Mendes Godinho
Ana Mendes Godinho

O aumento extraordinário das pensões previsto no Orçamento do Estado para 2021, e que terá lugar em agosto, é a única subida prevista para estas remunerações no próximo ano.

Em entrevista à Rádio Renascença, a Ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, explica que "neste momento, o que está previsto é acontecer esta atualização extraordinária só a partir de agosto", não havendo lugar a aumentos em janeiro, por via da inflação. A atualização normal das pensões por via da inflação não vai acontecer "porque temos uma previsão de inflação negativa", sublinha a governante.


Assim, o único aumento esperado é o que entrará em vigor em agosto, que irá oscilar entre os seis e os 10 euros, para as pensões mais baixas. A subida de dez euros vai abranger as pensões com valor até 657 euros. Já o aumento de seis euros será para os pensionistas que recebem mais, e que não tiveram aumentos entre 2011 e 2015. O aumento extraordinário de agosto vai abranger, segundo Ana Mendes Godinho, 1,9 milhões de pessoas "e reflete a preocupação de proteger os rendimentos de quem tem pensões mais baixas".

Por Negócios
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.