Autoridades espanholas suspendem buscas do português desaparecido

Cidadão de 38 anos praticava 'canyoning' na Galiza

• Foto: DR Record

A Guardia Civil de Ourense suspendeu este domingo as operações de busca pelo português de 38 anos desaparecido desde sábado, quando, juntamente com mais três pessoas, entretanto resgatadas, praticava 'canyoning' na Galiza, disse à agência Lusa fonte da GNR.

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, "as operações de busca foram suspensas cerca das 18 horas e serão retomadas, na segunda-feira, logo pela manhã".

"O corpo já foi localizado. É uma zona de muito difícil acesso. Tudo indica que o homem se encontra cadáver. Os familiares já deslocaram para aquela região galega", adiantou aquela fonte.

Hoje, durante todo o dia "a Guardia Civil espanhola mobilizou para o local um helicóptero e uma equipa de resgate em montanha".

A GNR, "através dos efetivos que possui no Centro de Coordenação Policial e Aduaneira de Tui, está a acompanhar o caso".

De acordo com aquela força policial, o homem "caiu numa fenda de difícil acesso, em Corga de Frecha, em Ourense, na Galiza", localidade que faz fronteira com Terras de Bouro, no distrito de Braga, quando praticava 'canyoning' com mais três pessoas, dois homens de 29 e 51 anos e uma mulher de 30 anos, entretanto resgatados e que se encontram bem".

Fonte do Centro de Comando e Controlo Operacional da GNR contactada pela Lusa disse que "o alerta às autoridades foi dado pelos outros três praticantes, através do 112".

A GNR desconhece a localidade de origem dos portugueses.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.