Bruno Novo agitou o universo Record

Trabalha, entre outros, com Domingos Duarte ou Edgar Ié e alerta para o perigo do sedentarismo

Centenas, talvez milhares, de utilizadores das plataformas Record, na internet e no Facebook, participaram ontem no treino ministrado por Bruno Novo, ‘personal trainer’ que trabalha habitualmente com futebolistas como Fábio Sturgeon, Ricardo Vaz, Edgar Ié, Domingos Duarte ou Miguel Cardoso, entre muitos outros. Motivo: tem a palavra Bruno Novo.

"Apesar de 95 por cento dos meus clientes serem atletas de alto rendimento, a atividade física é boa para toda a gente, especialmente num período como aquele que estamos a atravessar. O bem-estar físico acaba por ter influência na parte psicológica e mental, pois evita depressões", argumenta o técnico, admitindo que este tipo de treinos, ministrado à distância, através do recurso às novas tecnologias, pode assumir uma maior importância no futuro.

Aliás, com clientes espalhados por diversos países europeus, Novo tem recorrido, nesta fase de isolamento social, a uma aplicação na qual descarrega os planos de treino semanais, individualizados consoante as necessidades de cada um. "Há um constante ‘feedback’ da parte deles, através das redes sociais, que me permite ir avaliando as cargas físicas que estão a ser aplicadas, os seus efeitos e as alterações a introduzir", explica, admitindo não ser método ideal.

"Não é fácil para nós, como não o é noutras atividades, mas é nisso que o ser humano é bom, a adaptar-se e a tentar ultrapassar estas barreiras, que, esperemos, não sejam duradouras. Não sei se posso mexer na carga de treino deles, porque não sei como vai ser o amanhã. É realmente difícil gerir o treino de alguém que desconhece com que objetivo está a treinar", admite Bruno Novo, que durante os 40 minutos de duração do treino realizou mais

de uma dezena e meia de exercícios, na fase de aquecimento, passando depois à fase do treino intervalado de alta intensidade – vulgarmente definido como tabata. São séries de seis movimentos, de 20 segundos cada, com intervalos de 10 segundos, entre eles, para descansar. "Importante é não ficar parado, não cair no sedentarismo e manter as mesmas rotinas", como preconizou Bruno Novo, no final da sessão.

Por João Lopes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.