Canal da FPF custa 5,5 milhões de euros por ano

'Correio da Manhã' diz que UEFA assegurou investimento para o lançamento: edifício e equipamentos

• Foto: Miguel Barreira
O Canal 11, da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), custa cerca de 5,5 milhões de euros por ano - o valor está inscrito na ata de uma assembleia geral da instituição realizada no último trimestre do ano passado, a que o Correio da Manhã teve acesso. Deste, de acordo com a explicação dada pelo presidente da FPF, Fernando Gomes, cerca de 50% (ou seja, 2,75 milhões de euros) está coberto pelo acordo feito com as operadoras de televisão por subscrição nacionais (Meo, Nos e Vodafone), mas também por acordos de distribuição internacional.

O documento acrescenta ainda que "relativamente ao remanescente, por forma a equilibrar a exploração deste canal televisivo", há uma dotação orçamental de 1,75 milhões de euros assegurada pela FPF.

Segundo a ERC, o Canal 11 registou um resultado líquido de 127 mil euros em 2020 e de 308 mil euros em 2021.
Por Correio da Manhã
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias