Casillas vai mesmo receber os 240 mil euros que reclamava

Processo contra o Bankia

• Foto: Manuel Araújo

A juíza Elena Cortina deu razão a Casillas, condenando o Bankia a devolver 240.000 euros à empresa a Ikerca Sociedad Limitada Unipersonal, propriedade do guarda-redes do FC Porto, de acordo com informação divulgada pelo "El Mundo".

Para a juíza, Casillas "deu consentimento para a celebração do contrato com o Bankia "sem estar consciente do verdadero significado e alcance do que o mesmo obrigava, sem conhecer o verdadeiro risco que o mesmo implicava", uma vez que não foi dada toda a informação sobre o real situação do banco.

Os advogados do Bankia "procuraram convencer a juíza que não se tratava de um produto complexo, sendo de conhecimento comum que implicava volatilidade e risco" mas o entendimento de Elena Cortina não foi esse.


Por Sandra Lucas Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.