Centeno fecha 2018 com défice de 0,5% e supera a meta

Dados do Instituto Nacional de Estatística

Mário Centeno
Mário Centeno

Portugal fechou o ano passado com um défice de 0,5% do PIB, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE), esta terça-feira, 26 de março. A primeira estimativa vai ao encontro do valor que já tinha sido antecipado pelo Conselho das Finanças Públicas, e fica melhor do que a meta de 0,7%, que tinha sido definida pelo Governo.

O resultado de 2018 representa também uma melhoria significativa face ao ano anterior. Mesmo excluindo o impacto da recapitalização da Caixa Geral de Depósitos em 2017 (que foi de cerca de 2,1% do PIB), o défice tinha sido de 0,9%, tendo agora melhorado quatro décimas, face a este referencial.

Do lado da receita, registou-se um crescimento particularmente acentuado dos impostos sobre a produção e importação, refletindo o bom comportamento da atividade económico. Os dados do INE revelam um aumento de 6,3% deste agregado em 2018, quando comparado com 2017. Os impostos sobre o rendimento e património subiram 1,1%.

As contribuições sociais aceleraram 4,9%, evidenciando também o dinamismo do mercado de trabalho, que continua a criar emprego.

Do lado das despesas, verifica-se uma quebra dos gastos com juros (de 6,5%) e dos subsídios (-7%). As restantes componentes subiram: as despesas com pessoal aumentaram 2,2%, as prestações sociais 3,1% e os consumos intermédios avançaram 3,5%.

Já o investimento subiu 12,2%, um aumento expressivo, mas que fica abaixo dos mais de 16% que o Executivo tinha previsto quando fez as contas para o Orçamento do Estado para 2019. Nessa altura, o Governo tinha apontado para um investimento público na ordem dos 4.144 milhões de euros. Agora, o INE estima 4.060,2 milhões de euros.

(Notícia em atualização)

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0