CEO da Audi detido no caso das emissões de poluentes

Rupert Stadler estava a ser investigado há algum tempo

O presidente executivo da Audi, Rupert Stadler, foi detido esta segunda-feira, 18 de Junho, na Alemanha. A detenção surge numa altura em que decorre a investigação do caso das emissões de poluentes.

A Volkswagen, empresa-mãe da Audi, já confirmou a detenção. A procuradoria adiantou que o responsável foi detido por perigo de conluio, de acordo com a Bloomberg. 

Em causa está o caso de manipulação de dados das emissões de poluentes por parte do grupo Volkswagen, em 2015. Este escândalo, que levou o antigo CEO a ser acusado de fraude, já custou cerca de 25 mil milhões de euros à construtora alemã em processos na justiça e reparação de viaturas. O grupo reconheceu que equipou 11 milhões dos seus veículos ‘diesel’ com 'software' que falsificava os resultados dos testes de poluição e ocultava as emissões de óxidos de nitrogénio superiores a 40 vezes os padrões permitidos.

Autor: Negócios

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0