Chás, aplicações e cobertores pesados: afinal, o que ajuda mesmo a dormir?

Não faltam produtos com fórmulas aparentemente mágicas que nos vendem longos sonos reparadores. No Dia Mundial do Sono, uma neurologista esclarece o que funciona (e o que não)

Durante uma pandemia, a importância do sono parece ocupar-nos ainda mais a mente. Precisamos de dormir – de preferência bem – para lidar com o mundo caótico em que vivemos. Mas a preocupação com o sono não é uma coisa nova, já que a indústria tem aumentado significativamente nos últimos anos, desde os clássicos chás que prometem noites tranquilas a gotas que se põe debaixo da língua ou aplicações no smartphone que nos garantem levar a mente para fora das frustrações do dia-a-dia. Leia na 'Máxima' o artigo na íntegra.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.