Cidade de Louisville cede em "acordo multimilionário" por morte de Breonna Taylor

Técnica de emergência médica de 26 anos foi alvejada em casa oito vezes pela polícia

breonna taylor
breonna taylor

A cidade de Louisville, no estado norte-americano do Kentucky, chegou a acordo com a família de Breonna Taylor, a técnica de emergência médica de 26 anos que no dia 13 de março foi alvejada em casa oito vezes pela polícia. Fonte próxima ao caso assegurou à CNN tratar-se de um acordo multimilionário. 

Também à CNN, o advogado da família de Taylor, Sam Aguiar, confirmou que o acordo tinha ficado fechado.

"Este é provavelmente o maior acordo para má-conduta policial na história de Louisville", disse Aguiar, em entrevista, citado pelo Washington Post.

O presidente da câmara de Louisville deverá anunciar esta terça-feira, em conferência de imprensa, as especificidades do acordo.

A 13 de março, a investigar um caso de tráfico de droga, a polícia dirigiu-se a casa de Breonna, onde esta se encontrava com o namorado, Kenneth Walker. O homem, que disse acreditar que a casa estaria a ser assaltada, disparou e feriu um dos agentes. Nesse momento, a polícia disparou vários tiros, matando Breonna. A família de Breonna Taylor acabou por processar a cidade.

Até à data, apenas um dos agentes envolvidos no incidente foi despedido.

A morte de Breonna Taylor levou a meses de protestos contra a violência policial pelos Estados Unidos, juntando-se ao movimento Black Lives Matter.

Por Sábado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.