Cofina pede à CMVM fim da OPA sobre Media Capital

Grupo de media liderado por Paulo Fernandes pediu ao supervisor que considere extinta a OPA sobre a dona da TVI

A Cofina requereu à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que considere extinta a oferta pública de aquisição sobre a Media Capital.

O grupo de media liderado por Paulo Fernandes, que detém o Negócios, Correio da Manhã, Record, CMTV e Sábado, entre outros títulos, indica em comunicado ter apresentado "um requerimento em que se solicita que se considere extinto o procedimento da oferta, por impossibilidade definitiva de verificação de um dos requisitos de que dependia o respetivo lançamento, e, subsidariamente, a revogação de tal oferta, por alteração das circunstâncias".

Os acionistas da Cofina tinham aprovado no final de janeiro o aumento de capital até 85 milhões de euros para financiar a compra da TVI. Na mesma altura, os acionistas da Prisa aprovaram a venda da Vertix, que detém a maioria da Media Capital, à Cofina, em assembleia-geral extraordinária.

 

Entretanto, a 11 de março a Cofina informou que o número de ações subscritas não atingia o total de ações objeto da oferta pública, devido à "significativa deterioração das condições de mercado", pelo que a compra da Media Capital já não se concretizava.

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.