Condutor de tuk-tuk em protesto atropela polícia em Sintra

Agente ficou ferida e foi transportada ao Hospital Amadora-Sintra

Condutor de tuk-tuk em protesto atropela polícia em Sintra. Veja as imagens
Condutor de tuk-tuk em protesto atropela polícia em Sintra. Veja as imagens
Condutor de tuk-tuk em protesto atropela polícia em Sintra. Veja as imagens
Condutor de tuk-tuk em protesto atropela polícia em Sintra. Veja as imagens
Condutor de tuk-tuk em protesto atropela polícia em Sintra. Veja as imagens
Condutor de tuk-tuk em protesto atropela polícia em Sintra. Veja as imagens

Uma agente da Polícia Municipal de Sintra foi atingida por um tuk-tuk e sofreu ferimentos ligeiros, ao início da tarde desta sexta-feira, no seguimento de um protesto espontâneo de operadores desses veículos turísticos contra a interdição do trânsito no interior da serra de Sintra, em vigor até domingo devido ao "alerta laranja" para incêndios florestais.

A agente, de 37 anos, foi transportada ao Hospital Amadora-Sintra, onde se deslocou o presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta, para "se inteirar da situação", disse ao CM fonte da autarquia. A vítima deverá ter alta durante esta sexta-feira.

Basílio Horta dava uma entrevista junto à estação de comboios de Sintra quando operadores de tuk-tuk, vendo o autarca, começaram a protestar. A Polícia Municipal conteve a manifestação mas a agente acabou por ver um dos veículos passar-lhe por cima do pé direito.

O condutor de 39 anos foi detido por outros agentes que se encontravam no local. Foi elaborado um auto de notícia e será presente ao magistrado do MP no prazo de 48 horas, tendo ficado em liberdade.

O trânsito na serra de Sintra está interditado até domingo à noite, exceto a transportes públicos e moradores, devido ao "alerta laranja" da Proteção Civil para risco de incêndio, determinou o presidente da autarquia.

"Vamos ter de tomar as medidas necessárias à concretização do 'alerta laranja', o qual passa pela proibição de trânsito privado num conjunto de ruas na vila de Sintra, entre as 00h00 de sexta-feira até ao final de domingo", explicou, Basílio Horta.

Foi a primeira vez que a medida foi adotada nas vias municipais de acesso ao perímetro florestal de Sintra, e "visa criar as condições para prevenir qualquer risco devido às elevadas temperaturas previstas"

"Se houver um problema sério na serra temos de acorrer a um incêndio imediatamente, e não podemos fazê-lo se o trânsito se mantiver como está", frisou Basílio Horta. O acesso continuará a ser permitido a pé ou de bicicleta.

Os principais acessos condicionados situam-se nas ligações ao Largo Sousa Brandão, entroncamento da Rua Santa Eufémia, Estrada Nacional (EN)375, cruzamento do Convento dos Capuchos, entroncamento do Caminho dos Moinhos com EN247-3, entroncamento da Estrada Peninha com EN247 e estrada florestal limite no concelho de Sintra junto ao cruzamento da Portela.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.