Conselho da Magistratura aplica advertência registada a juiz Neto Moura

Pela "prática de uma infração disciplinar por dever de correção"

Desembargador Neto de Moura
juiz, Neto de Moura, violência doméstica, liberdade de expressão
Neto de Moura, juiz, porto, violência doméstica, polémica, acórdão
Desembargador Neto de Moura
juiz, Neto de Moura, violência doméstica, liberdade de expressão
Neto de Moura, juiz, porto, violência doméstica, polémica, acórdão
Desembargador Neto de Moura
juiz, Neto de Moura, violência doméstica, liberdade de expressão
Neto de Moura, juiz, porto, violência doméstica, polémica, acórdão

O Conselho Superior da Magistratura deliberou esta terça-feira aplicar a sanção de advertência registada ao juiz desembargador Neto Moura, autor de um acórdão em que minimizou um caso de violência doméstica pelo facto de a mulher agredida ter cometido adultério.

Segundo um comunicado do Conselho Superior da Magistratura (CSM), a sanção é aplicada pela "prática de uma infração disciplinar por dever de correção".

Quatro membros votaram a favor da sanção, incluindo o presidente do Conselho, que tem voto de qualidade, e o vice-presidente, e a favor de pena por multa outros quatro membros, tendo sido ainda registadas sete abstenções.

Os membros que anteriormente tinham votado a favor do arquivamento do processo são os mesmos que hoje se abstiveram.

O Conselho decidiu ainda arquivar o processo em que era visada a juíza desembargadora coautora do acórdão em causa, por onze votos contra quatro, "por se terem entendido que não era exigível demarcar-se formalmente de expressões que não integravam o núcleo essencial da fundamentação, antes constituindo posições da responsabilidade exclusiva e pessoal do autor".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.