Coronavírus: Chicão alistou-se como voluntário nas Forças Armadas

Presidente do CDS explicou decisão em mensagem no Facebook

"Francisco Rodrigues dos Santos alistou-se como voluntário para ajudar as Forças Armadas nas ações que vão desenvolver na luta contra o novo coronavírus durante o estado de emergência". A informação foi avançada pelo próprio na sua página de Facebook.

Para o líder do CDS, esta é uma forma de responder ao pedido do Estado-Maior-General das Forças Armadas, que está a recrutar voluntários dentro da "família militar" para auxiliar os militares que no terreno vão prestar apoio aos portugueses e em reforço do Serviço Nacional de Saúde.

Chicão é filho de um oficial do Exército e estudou "durante oito anos" no Colégio Militar antes de se formar em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Na nota publicada pelo CDS, Francisco Rodrigues dos Santos descreve-se como "um patriota que não vira as costas ao País em momentos difíceis".

"Para esta decisão de se voluntariar para ajudar as Forças Armadas durante a vigência do estado de emergência – que conciliará com as funções de líder partidário -, pesou a sua formação militar e o facto de Portugal estar a sofrer contra um inimigo implacável, silencioso e invisível, que convoca a Nação a combatê-lo, somando o melhor de cada um", lê-se na mesma nota.

 "Agora é o momento de o País se unir e de estarmos ao lado dos Portugueses na primeira linha resistência ao Covid-19", diz Francisco Rodrigues dos Santos, citado pelo CDS.

Chicão diz mesmo que considera "ter o dever moral de servir a Pátria quando esta chama pelos seus filhos".

Por Sábado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.