Coronavírus: Institutos de Oncologia só vão tratar doentes oncológicos

Se um doente oncológico desenvolver covid-19 num dos institutos será enviado para outro hospital

• Foto: DR Record

Os três institutos portugueses de oncologia (IPO) estão dispensados receber doentes com covid-19 e vão tratar doentes oncológicos de outros hospitais, disse esta segunda-feira a diretora-geral da Saúde.

"Os IPO obviamente estão excecionados", disse Graça Freitas, explicando que o que está previsto é que os IPO de Lisboa, Porto e Coimbra possam receber doentes oncológicos que não estejam infetados de outros hospitais.

A diretora-geral da Saúde explicou que se um doente oncológico desenvolver covid-19 num dos institutos será enviado para outro hospital. "Temos que minimizar o risco de haver doentes covid numa instituição que tem imunodeprimidos e, portanto, o plano é os IPO poderem receber doentes oncológicos de outros hospitais" que não estejam infetados. Se um doente do IPO for detetado como covid-19 será transferido para um outro hospital geral, esclareceu Graça Freitas.

Segundo a diretora-geral da Saúde este é o plano que está estabelecido entre os três IPO. O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 341 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral de Saúde. Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril. 

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.