Coronavírus: Operadoras mundiais podem perder 22,8 mil milhões em receitas de roaming

Pandemia da covid-19 vai reduzir drasticamente o número de viagens internacionais

As operadoras de telecomunicações poderão perder até 25 mil milhões de dólares (22,8 mil milhões de euros) em receitas de roaming nos próximos nove meses devido à pandemia da covid-19.

A estimativa é avançada esta sexta-feira pela Juniper Research e aponta como fator determinante para a perda destas receitas a expectável quebra nas viagens internacionais e turismo.

A Juniper analisa dois cenários possíveis: um com impacto moderado e outro com impacto elevado, tendo considerado que o cenário de impacto reduzido já não é concretizável.

O cenário de elevado impacto da pandemia assume que a forte disrupção nas viagens internacionais se irá manter durante nove meses. Neste caso, em que é estimado que mais de 650 milhões de viagens serão canceladas, o impacto nas receitas de roaming das operadoras ascenderia a mais de metade das receitas anuais em roaming, traduzindo-se na perda de 25 mil milhões de dólares (22,8 mil milhões de euros, ao câmbio atual).

Neste cenário, os meses entre junho e agosto, tradicionalmente com maior número de viagens, seriam responsáveis por 12 mil milhões de dólares (10,9 mil milhões de euros) de perda de receita de roaming.

O estudo assinala, no entanto, que as receitas de roaming apenas representam 6% das receitas totais das operadoras, pelo que o impacto não será muito significativo para as empresas.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0