Defesa de Rui Pinto quer levar processo para tribunal de Cascais

Advogado do hacker apresentou um requerimento, alegando a incompetência territorial do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa

A defesa de Rui Pinto, o hacker acusado de tentativa de extorsão ao fundo Doyen, quer retirar a fase de instrução do processo do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, considerando que a comarca de Cascais é a competente para realizar esta fase processual.

Segundo informações recolhidas pela Sábado, os advogados de Rui Pinto deram entrada, no final da passada semana, com um requerimento, aguardando a resposta da juíza Cláudia Pina, que já tinha agendado o início da instrução para o dia 12 de dezembro.

Por Sábado
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.