Detidos quatro suspeitos do furto das pistolas da PSP

Dois dos detidos são polícias e os outros dois são civis. A operação está a ser coordenada pelo DCIAP.

Foram detidos quatro suspeitos no âmbito da investigação ao furto de 57 pistolas glock na PSP, em Janeiro de 2017. As detenções foram feitas durante a madrugada desta quarta-feira com buscas a decorrer em vários pontos do país - Vila Nova de Gaia, Gondomar, Mafra, Abrantes, Cascais, Oeiras, Lisboa, Almada e Albufeira.

Dois dos detidos são polícias e outros dois são civis. A operação está a ser coordenada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DCIAP) do Ministério Público (MP) e conta com a PSP, avança o Diário de Notícias.

Estão a ser realizadas 15 buscas domiciliárias e quatro não domiciliárias, refere o Expresso.


O furto das armas foi detectado em Janeiro, quando uma das armas foi apreendida no Porto a um traficante de droga.

Na operação apelidada Ferro-Cianeto estão envolvidos cerca de 150 agentes da PSP.

Na segunda-feira foi detido um dos elementos deste grupo no âmbito do furto das armas em Tancos.

Autor: Sábado

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0