Direito desportivo visto fora da caixa

Ricardo Costa, cronista de Record, é um dos coordenadores do evento que termina hoje

• Foto: DR
Quase 100 pessoas estiveram ontem no Hotel Altis, em Lisboa, para assistir ao primeiro dia do V Congresso de Direito Desportivo, um evento com coordenação científica de Ricardo Costa, cronista de Record, professor da Universidade de Coimbra e antigo presidente da Comissão Disciplinar da Liga, e Nuno Barbosa, mestre em Ciências Jurídico-Empresariais.

Como explicou ao nosso jornal Ricardo Costa, a intenção é ter "um espaço pioneiro de debate de matérias que terão de ser mexidas" e "chamar pessoas de fora do direito desportivo", para "pensar fora da caixa". Todas as intervenções feitas durante os dois dias do Congresso (prolonga-se ainda por esta manhã) serão compiladas e publicadas em livro, de forma a servirem como contributo para debates legislativos no futuro.

Durante o dia de ontem, houve intervenções de Luís Fábrica, Alexandre Sousa Pinheiro, Diogo Guia, João Velez de Lima, Paulo Olavo Cunha, Mafalda Miranda Barbosa, Pedro Madeira Brito, Rui Alexandre de Jesus, Pedro Leitão Pais de Vasconcelos e Paulo Rendeiro, advogado da Gestifute que deu uma "cartilha para transferências internacionais", explicando como devem atuar clubes, intermediários e os próprios jogadores.

Para esta manhã, também no Hotel Altis, está prevista a participação de Eduardo Vera-Cruz Pinto, João Miranda, Alexandre Mestre e uma mesa redonda subordinada ao tema ‘Olimpismo e desafios jurídicos’, onde estarão Luís Paulo Relógio, Margarida Dias Ferreira, Mário Santos e João Paulo Almeida, com a moderação de Nuno Barbosa.
Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias