Elza Pais: «Os sacrifícios das mulheres não foram em vão»

Deputada falou em representação do PS nas comemorações do 25 de Abril

Elza Pais tem sido a cara do Partido Socialista para a nova Lei da Paridade, aprovada na generalidade na passada quinta-feira. Em frente ao Parlamento e no Dia da Liberdade, a deputada optou por falar de igualdade e liberdade no sentido de "acabar com sofrimento humano por discriminações".

"Foi agora que aprovámos nesta casa leis que vão permitir às mulheres chegar aos lugares de poder onde se decide", referiu Elza Pais, para depois esclarecer: "as mulheres não precisam de favores, precisam sim que os seus direitos sejam cumpridos". A deputada socialista acredita que agora, "portugueses e portuguesas encontram no seu país vontade de eliminar desigualdades".

No discurso em São Bento, Elza Pais defendeu que "a política não serve para justificar inevitabilidades, serve para abrir caminhos" e relembrou que "as oportunidades no feminino são bem mais escassas que no masculino".

Elza Pais começou por recordar "as mulheres que viveram pela liberdade tantas vezes esquecidas pela história mas que estiveram sempre lá", dando como exemplo Beatriz Ângelo até Maria Barroso.

Agradeceu ainda aos capitães de Abril "por terem feito o sonho acontecer": "é em nome do meu partido das mulheres e homens do meu grupo parlamentar, que urge hoje e sempre dizer-vos obrigada".

Autor: Negócios

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias